Pular para o conteúdo principal

Ato libidinoso é crime, constranger também é crime

Turma: Bacharelando em direito, Valdimir Vitor, Joyce Carvalho (Facudade Cesvale), 2º P, Br





    Pensamos que só há estupro quando ocorre o ato libidinoso, estamos enganados, de acordo com o caput do Art. 213 do CP (código penal). Retrata-se que o estupro pode ser cometido de varias maneiras, desde constranger alguém mediante violência ou grave ameaça, a ter conjunção carnal ou praticar, ou permitir que com ela se pratique outro ato libidinoso. Pena de reclusão de 6 (seis) e 10 (dez) anos. E se a conduta do individuo ocasionar em lesão corporal de natureza grave, ou a vitima for menor que 18 (dezoito) e maior de 14 (catorze), penas de 8(oito) a 12( doze) anos, resultando em morte, pena de 12(doze) a 30 ( trinta) anos. Além disso, alterou-se a redação da qualificadora pelo resultado de lesão corporal de natureza grave, substituindo-se a expressão "violência", contida no artigo 223, pela expressão "conduta" (artigos 213, § 1º e 217-A, § 3º). Essa modificação torna o tipo mais abrangente e permite a sua aplicação na hipótese de as lesões graves decorrerem de grave ameaça.


Art. 213. Constranger alguém, mediante violência ou grave ameaça, a ter conjunção carnal ou a praticar ou permitir que com ele se pratique outro ato libidinoso.

    Considera-se também estupro mais do tipo vulnerável Art. 217-A do CP (Código penal), quando o ato ocorre com menores de 14 anos, ou alguém com deficiência mental, não tendo o necessário discernimento para prática do ato, ou que, por qualquer outra causa, não podendo oferecer resistência, pena de 10 (dez) a 30 (Trinta) anos. Tudo isso ocasionando um crime. Só há crime quando há Tipo, culpa e antijurídico. Quando ocorrem os três fatos juntos ha um crime, assim respondendo pela sua conduta sendo ela culposo-dolosa, comissivo-omissiva. Onde já se considera a menoridade ou deficiência mental da vítima, as penas mínimas são de 08, 10 e 12 anos.
Art. 217-A. Ter conjunção carnal ou praticar    outro ato libidinoso com menor de 14 (catorze) anos

     Se a mulher durante o ato sexual, inicialmente concedendo, manifestar a sua discordância quanto à continuidade, exigir que o homem cesse a sua atuação, se persistir, forçando a vitima, física ou moralmente, permite o surgimento do crime de estupro.

    O estupro passou a conter a conduta de constranger alguém (e não apenas a mulher), à prática de atos libidinosos diversos da conjunção carnal, que anteriormente caracterizava o crime de atentado violento ao pudor (art. 214 do Código Penal), agora revogado. Assim, para a configuração do estupro basta que uma pessoa (homem ou mulher) obrigue outra (homem ou mulher) a com ela praticar qualquer ato libidinoso (conjunção carnal, coito anal, relação etc.).

    Novo artigo 213 é aplicável tão-somente nas condutas contra maiores de 14 anos, pois, se a vítima for menor de 14 anos, aplica-se o artigo 217-A que prevê o crime de estupro de vulnerável, que tem pena mais grave. Com a revogação do artigo 224, que previa a presunção de violência, o estupro previsto no novo artigo 213 do Código Penal só pode ser praticado mediante violência real (agressão física) ou grave ameaça.

     Estupro e um crime hediondo: preceitua a lei 8. 072/90 (art.1.º, V), sendo a pena inicialmente em regime fechado, impossibilidade de obtenção de liberdade provisória, com fiança, o considerável aumento de prazo para livramento condicional, bem como para progressão de regime, a impossibilidade de concessão de indulto, graça ou anistia.

    Para que aja condenação tem que ser levado em fato todos os aspectos que constituem a personalidade da ofendida, seus hábitos, seu relacionamento anterior com o agente, entre outros fatores.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Discurso descerramento de placa Mario Jorge

Descerramento de placa turma Nelson Mandela na Comradio do Brasil dia (16/7), pelo formando Mario Jorge: 

Descerramento da placa dos formandos em Comunicação Social turma Nelson Mandela - Comradio do Brasil. Ilustres Diretores da Comradio do Brasil, Ilustríssimos Professores Prezados colegas Boa noite. Antes de iniciar o discurso, gostaria primeiramente de agradecer a Deus essa nossa conquista, pois sem ele não seria possível estarmos aqui, participando deste evento pioneiro na Comradio do Brasil que marca nossas vidas. ​“Mestre! No belo cenário da comunicação, designaste-me a vocação de comunicar. É uma tarefa árdua, repleta de desafios e que exige a técnica, concentração e constante dedicação. Eu te agradeço por me confiar esse compromisso e ofereço-te as alegrias e os êxitos conquistados. Peço-te, Senhor, inspiração para comunicar de forma clara e segura, a fim de servir e colaborar em benefício da sociedade. Fazei de mim um mensageiro da paz, do amor e da verdade. Esteja comigo nas situa…

22 anos caminhando pela solidariedade

Praça da Liberdade (11/6), ao lado da Igreja de São Benedito, centro de Teresina, das zonas sul, norte, leste e sudeste, surgem milhares de crianças, jovens, adultos e idosos de todas as classes, para juntos celebrar com Dom Jacinto Brito a missa pela 22ª Caminhada Fraternidade. Após a santa missa todos se juntam na Avenida Frei Serafim para caminhar pela solidariedade, em favor dos menos favorecidos. Tudo começou em 1995 com pouquíssimas pessoas, e tinha como finalidade ajudar aqueles acometidos com o vírus da HIV/AIDS, assistidos pelo Lar da Fraternidade.

A ideia teve origem na Campanha da Fraternidade da CNBB, na época o tema foi: “A Fraternidade e os Excluídos” e como lema: “Eras tu, Senhor?”, uma maneira nobre que a Arquidiocese de Teresina, encontrou para ajudar o Lar da Fraternidade, que presta serviço aos excluídos e menos favorecidos. O ideal foi tomando força durante todos esses anos, tornou-se um marco no calendário da cidade de Teresina e de seus habitantes, acontece semp…

Buggy Magnata Sport motor 1600 à venda

Você que gosta de passear nas areias da praia, viver momentos radicais pelas dunas, nada melhor do que um Buggy Magnata Sport para curtir essa onda, veja os detalhes do veiculo e tome já a decisão de comprar e viver grandes momentos de aventuras, contato (86) 9944.7610 - (86) 8858.2493: